domingo, 17 de junho de 2012

Criatitude em Comunidade - Rio+20


 Como no princípio da criação de Deus, a entrada dos quatro elementos, água, terra, fogo e ar, na Igreja Martin Luther do Rio de janeiro marcou o início do culto celebrativo de integração dos jovens luteranos do projeto Criatitude com a comunidade carioca.
 Através de um teatro, onde Deus e o Diabo conversavam sobre a criação e sobre o papel do homem frente às mudanças climáticas, fomos levados a refletir sobre o momento atual com a pergunta: Diante da falta de compromisso do homem com os problemas ao seu redor, quem está vencendo? Deus ou o Diabo?Como cristãos, cremos que Deus é o vencedor. A Bíblia afirma que com Cristo somos mais que vencedores. No entanto, temos que reconhecer que muitas coisas estão se passando ao nosso redor e é necessário que reflitamos o porque destes acontecimentos. Muitos se atrevem a dizer que as mudanças climáticas que têm nos afetado cada vez com mais frequência não tem nada a ver com nossas ações. Será?Deus nos colocou no mundo, o lugar correto para a raça humana, para que vivamos em harmonia com o restante da criação e sejamos Seus representantes. Porém, nós nos equivocamos ao querer dominar essa Terra que é nossa única casa, esta criação da qual fazemos parte. Devemos assumir o pensamento que os povos indígenas, com muita sabedoria, carregam ao longo das gerações: “O que fazemos à Terra, fazemos a nós mesmos.”Durante o culto, de uma forma dinâmica, os jovens tiveram voz para expressar aquilo que estão fazendo e o que podem fazer em suas comunidades, nas diferentes regiões do país como em outros países, como em outros países, na luta por um mundo mais justo e sustentável.Além da juventude luterana, jovens presentes na Caravana da Juventude, representando a Rede Ecumênica da Juventude (REJU), da Federação Universal de Movimentos Estudantil Cristão (FUMEC), representantes da Federação Luterana Mundial (FLM), da Fundação Luterana de Diaconia (FLD) e o presidente da IECLB, Pastor Nestor Friedrich estiveram presentes.O abraço da paz, que encerrou a celebração, marcou o compromisso de retornarmos a nossas comunidades e continuar a luta pelo cuidado com a criação e pela mudança em prol de um mundo mais inclusivo.

Daniele Schmidt Peter
David Mamani Huanca


Daniele Schmidt Peter e David Mamani Huanca participaram do projeto Criatitude – Rumo à Rio+20, da Secretaria Geral da IECLB e Fundação Luterana de Diaconia, com apoio da Federação Luterana Mundial. Os dois escreveram a matéria sobre o culto realizado na Paróquia Evangélica de Confissão Luterana no Rio de Janeiro Martin Luther,no dia 19 à noite, com a participação da Pastora Christine Drini e do pastor presidente da IECLB, Dr. Nestor Friedrich.

O culto emocionou a todas e todas. Foi tão impressionante que uma senhora que passava na frente da igreja entrou para ver o que acontecia. Ela ficou no templo e deu seu depoimento: “Passo sempre aqui na frente, mas hoje vi tanto movimento que fiquei curiosa para saber o que estava acontecendo.”

Daniele é assessora de projetos do Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (CAPA) em Pelotas, no Rio Grande do Sul, e membro da IECLB. David é estudante de Direito e secretário coordenador da Coordenação Nacional de Jovens da Igreja Evangélica Luterana Boliviana.

sábado, 16 de junho de 2012

As mulheres produtoras agroecológicas do Rio


Minha primeira atividade a caminho da Cúpula dos Povos, como representante do CAPA, foi participar de visitas aos projetos da Fundação Luterana de Diaconia – FLD. O CAPA e a FLD são parceiros estratégicos e assim, durante a Cúpula, aproveitando a visita da delegação alemã trazida pelo Serviço de Desenvolvimento das Igrejas Evangélicas na Alemanha (sigla em alemão EED), foi organizada visita aos projetos da área do Rio.
A visita foi feita à cooperativa Univerde, localizada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, em uma região que já foi tipicamente rural. A Univerde foi criada em 2008 e é formada em sua maioria por mulheres.
Fiquei muito impressionada com o trabalho da Univerde. As mulheres e suas famílias trabalham a terra que esconde os oleodutos da Petrobrás. Cada família recebe em torno de 1000 m quadrados, onde são produzidas verduras, plantas medicinais, mandioca e milho sem o uso de agrotóxicos ou adubos químicos.
Foi enriquecedor ver o trabalho das mulheres e escutar delas como a vida mudou com a existência da cooperativa. A maior qualidade dos alimentos resultou na melhoria da saúde das famílias e com comercialização da produção foi possível aumentar a renda familiar. A comercialização dos produtos é feita em sacolas ecológicas entregues diretamente nas casas dos consumidores e nas feiras realizadas na cidade em diferentes espaços.


O apoio técnico à Univerde é feito pela AS-PTA - Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa, também parceira da FLD, que também tem articulado grupos de jovens interessados ou já atuantes na área de agroecologia, como o Coletivo de Jovens, que coordena diversas iniciativas agroecológicas no estado do Rio de Janeiro. 
Muito legal o trabalhos ainda mais os resultados. Fiquei fazendo uma comparação com o nosso trabalho aqui no CAPA. A grande questão dessas mulheres é fazer o "milagre da multiplicação da terra".  Um grande exemplo de projeto sustentável  e de cuidado com a criação. E que venha a Cúpula o/.

domingo, 10 de junho de 2012

Criatitude

Criatitude – Rumo à Rio+20 é um programa da IECLB que vai possibilitar aos jovens luteranos a participação na Cúpula dos Povos da Rio+20, evento paralelo à Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). 
Eu estarei participando como jovem representante do CAPA. O encontro vai acontecer entre 16 e 21 de Junho de 2012 no Rio de Janeiro. 
Conforme o blog do Criatitude, ao final do programa, os participantes terão vivenciado as conexões entre realidades locais e questões políticas globais, incidência pública, meios de promoção de impacto positivo nos contextos locais, sustentabilidade, eco-justiça e as principais idéias da Rio+20 e Cúpula dos Povos.

Vejamos os resultados adelante!